Cachorra leal fica vigiando seu dono ferido para que ninguém se aproxime

Por Geovane Souza

Os cães são os amigos mais admiráveis. Eles são os primeiros a estar lá para as pessoas quando elas mais precisam. Na verdade, eles estão sempre prontos para ouvi-los, entendê-los e fazê-los sentir que tudo ficará bem. Eles não hesitam em cuidar de seus donos por longos períodos. Um de seus principais objetivos é garantir que ninguém se aproveite deles. Essa cachorra leal ficou de guarda para garantir que ninguém chegasse perto de machucar seu dono que já estava ferido. A cadela pitbull que ficou com seu dono após um grave acidente.

Publicidade

Em 2015, houve um acidente em Randover Mountain, EUA., quando a casa de uma família sofreu um forte incêndio. Como resultado, o pai de família Jimmy Newell, 65, e sua filha sofreram múltiplas queimaduras e inalaram excesso de fumaça que circulavam no ambiente. Após saírem da casa em chamas, eles ficaram deitados do lado de fora em um lugar longe do fogo. No entanto, a fiel companheira de quatro patas, Preciosa, os manteve seguros.

PARA VOCÊ:
Gato de rua dá conforto e alegria para cãozinho abandonado
Cachorra leal fica vigiando seu dono ferido para que ninguém se aproxime
Imagem: NBC Washington

Ela ficou com eles para garantir que ninguém se aproximasse e os machucasse. Tanto que quando os bombeiros chegaram para socorrê-los, tiveram que separá-la à força. Ela estava com medo de que alguém chegasse perto deles e os machucasse ainda mais. Eles então levaram a família para a clínica para evitar complicações da lesão e levaram a cachorra para um abrigo.

Publicidade - OTZAds

A cachorra leal foi proibida de ficar com a família por decisão judicial

Embora o pai e a filha tenham se recuperado rapidamente, uma decisão tirou a alegria deles. As autoridades tiveram que tomar a decisão de separar a cadela de seus parentes, porque naquela região determinou-se que os pit bulls não podem ser mantidos como animais de estimação desde 1997.

PARA VOCÊ:
Jovem arrasado dá último abraço em seu Cãozinho que lutou muito pela vida

Como resultado da decisão, a família disse que está profundamente triste porque ama a cachorrinha com todo o coração. Eles também determinaram que o animal estava sofrendo porque não podia estar com as pessoas que mais a valorizam.

Eles dizem que tal decisão não deveria existir em nenhum lugar dos Estados Unidos. Na verdade, eles não apenas discriminam os cães, mas também os impedem de viver com as pessoas que mais amam. No entanto, apesar das palavras da família, as autoridades não quiseram reconsiderar sua decisão. Como resultado, a cadela não pôde voltar para a casa onde passou os melhores anos de sua vida.

Publicidade
PARA VOCÊ:
Cachorro e seu Dono morrem com apenas algumas horas de diferença

Apesar do que aconteceu, o cachorro não ficou no abrigo por muito tempo. Porque uma das filhas mais velhas de Jimmy Newell se mudou para um território americano, onde os pit bulls podem ser mantidos como animais de estimação.

Como resultado, as autoridades permitiram que a cadela morasse em uma casa onde ela também recebeu o cuidado e o amor que merecia. Então, os Newells aproveitam o feriado para visitar a cachorra e mostrar a ela que ainda a têm em seus corações.

Publicidade

Isso mostra que o vínculo entre humanos e animais de estimação é inquebrável, apesar dos muitos obstáculos que enfrentam. Porque eles nunca estam prontos para desistir de seu grande amor um pelo outro.

Se você ama animais, não se esqueça de compartilhar esse artigo com sus amigos usando os botões do WhatsApp e Facebook 😀

Artigos relacionados