Cachorrinho de rua, machucado entra em farmácia pedindo ajuda

Por Ana Paula

Muitos cachorrinhos de rua sofrem fome e abandono todos os dias, mas ainda existem algumas situações em que alguns humanos de bom coração dão um pouco de atenção e muito amor para aliviar a vida difícil desses peludinhos.

Publicidade

Banu Cengiz é uma farmacêutico na Turquia. Ao longo do seu trabalho, ela ajuda alguns animais que percorrem por aquela região, disponibilizando comida e água e também um pouco de carinho.

Banu tem um cãozinho que ela resgatou das ruas há algum tempo, ela também construiu um espaço em frente à farmácia para todos os cachorrinhos de rua que conseguiu adotar.

Publicidade - OTZAds
Foto: Banu Cengiz/The Dodo

Em um dia normal de trabalho, Banu viu um cachorrinho do lado de fora da farmácia, comportando-se de maneira anormal. O cachorro não deitou na cama que ela providenciou, mas ficou na porta e esperou. “Ela estava olhando para mim. Eu disse: ‘Querida, há algum problema?'”, disse ela ao The Dodo.

PARA VOCÊ:
Cachorrinho é resgatado e adotado por soldados Ucranianos

Então a mulher colocou o cachorro na farmácia, só para olhar se havia algum problema: a pata do pobre animal estava cortada e estava sangrando. Então Banu soube que o cachorro realmente precisava de ajuda.

LEIA TAMBÉM:

A farmacêutica se mostrou muito disposta a lavar a ferida com anti-séptico e, quando o sangramento parou, tratou com antibióticos. O cãozinho parecia entender a gentileza de Banu e se portava com calma e paciência durante todo o tempo.

Publicidade
PARA VOCÊ:
Mulher surpreende com atitude ao cuidar de cãozinho tremendo de frio

“Quando terminei, ela se deitou como se quisesse me agradecer. Estava dizendo: ‘Confio em você'”.

Desse modo, a farmácia foi como um local para o peludinho se recuperar naquele dia, onde ele se alimentou e descansou tranquilamente. No final do turno, o cãozinho parecia estar totalmente recuperado, e voltou para a rua, o ambiente, que infelizmente ele considera seu lar.

Apesar de ajudar dezenas de animais de rua, a farmacêutica ainda acredita que deveria fazer mais por eles. “Infelizmente, não posso levá-la para casa”, disse ela. “Eu lido com animais de rua há anos. Eu os alimento e os curo, e os ajudo a encontrar lares quando posso”.

PARA VOCÊ:
Cãozinho 'bate palmas' quando ver sua dona voltar do trabalho para casa

Ao mesmo tempo, o espaço embutido em frente à sua farmácia pode ser usado como um pequeno refúgio. Foi a maneira que ela encontrou para que os cachorrinhos de rua se sintam amados.

Publicidade

“Eu faço isso porque eles sentem. Precisamos ajudar aqueles que precisam. As pessoas devem ensinar seus filhos a amar e respeitar os animais e a natureza. Assim poderemos viver todos juntos em um mundo bonito”.

Foto: Banu Cengiz/The Dodo

Se você gostou dessa matéria, por favor, apoie nosso blog, Compartilhe! você já estará fazendo muito. Para compartilhar basta usar os botões abaixo. Obrigado 😀

Artigos relacionados