Cachorro que sobreviveu a incêndio se torna terapeuta de pessoas que passaram pelo mesmo problema

Por Geovane Souza

Os cachorros são usados ​​com sucesso como auxiliar na medicina e na psicoterapia. Durante décadas, eles apoiaram pacientes em uma variedade de tratamentos, incluindo depressão e reabilitação.

Publicidade

O cãozinho Taka, de raça japonesa shiba inu, tem nove anos e conhece muito bem as queimaduras, com as quais lida diariamente, pois foi ferido da mesma forma e parece entender completamente as limitações e desconforto dos pacientes.

Cachorro que sobreviveu a incêndio se torna terapeuta

Em outubro de 2018, ocorreu um incêndio em Martinez, Geórgia (sul dos EUA). A sua família humana conseguiu sair de casa a tempo, sem danos graves, mas não teve tempo de levar um cachorro, que já é idoso.

O fogo se espalhou para a varanda da casa, exatamente onde Taka tentou se esconder. O piso não resistiu e desabou junto com cachorro. Mesmo assim, Taka conseguiu escapar e correu em direção à sua família.

Publicidade - OTZAds

O cachorro ainda estava em chamas

Os vizinhos conseguiram apagar o mais rápido possível e entraram em contato com Crystal Lesley, veterinária do Care More Animal Hospital, na mesma cidade. Quando a médica viu a foto do cachorro, exigiu que levassem ao centro médico imediatamente.

PARA VOCÊ:
Pitbull Deficiente e Cego finalmente é adotado por família amorosa e Salva vida de Gatinho

As pessoas levara o animal rapidamente ao hospital – seu pelo ainda estava fumegando quando a equipe começou a cuidar dele. Lesley disse à mídia na época que nunca tinha visto uma vítima de queimadura tão grave. A princípio, a equipe temeu pela vida de Taka.

Algumas instituições de proteção reagiram rapidamente e usaram alguns recursos para transferir Taka para um centro de atendimento especializado em Columbia, Carolina do Sul.

Crystal ficou com Taka na ambulância e esperou no centro especializado. A médica lembrou que o cachorro chorou de dor. Taka ficou no hospital por um mês e meio, e Crystal o visitou enquanto ele estava se recuperando.

Na alta, Taka ainda precisava de cuidados que sua antiga família não tinha condições de dar. A veterinária então levou o cachorro para casa e cuidou dele nas semanas seguintes, limpando feridas e trocando bandagens.

PARA VOCÊ:
Cachorro faz companhia para menino que sobrevive na rua esperando ajuda

O cãozinho ganhou uma nova família

Cachorro que sobreviveu a incêndio se torna terapeuta

Com a retirada do antigo mentor, porque eles não tinham recursos para pagar o tratamento do cão, Crystal Lesley adotou Taka oficialmente.

Publicidade

Não foi uma decisão difícil, pois o cãozinho está ficando na casa da veterinária desde que recebeu alta do hospital. Crystal imaginou que mandaria ele de volta para casa quando o tratamento terminasse, mas ficou feliz em manter Taka para sempre.

Felizmente, o cachorro não teve nenhum órgão interno comprometido, ele superou a infecção com sucesso e a pele recuperou sua elasticidade e fluidez graças a enxertos.

Alguns meses depois, a enfermeira que encaminhou Taka para o centro especializado, aconselhou a mulher a levá-lo ao hospital – especialmente à enfermaria que atende pacientes queimados, pois esta seria uma forma de distraí-los e mostrar que a recuperação é possível.

O Dra. Lesley admitiu que Taka era muito especial para compartilhar com os outros, especialmente aqueles que poderiam se beneficiar de sua história e sua capacidade de superação.

PARA VOCÊ:
Cachorro espera pela recuperação do seu dono no lado de fora do hospital

Sem surpresa, a visita de Taka às crianças hospitalizadas no centro de queimados foi um sucesso, pois os pacientes queriam brincar com ele, tocar as cicatrizes, que ele não tinha vergonha de mostrar.

O cachorro terapeuta oficial

Publicidade

Um tempo depois, submeteram o cão ao teste CGC (Canine Good Citizen). O cão levou um tempo para aprender o comando de “ficar”, mas depois disso, ele aprendeu rapidamente, disse a dona.

Depois do treinamento, Taka fez o exame CGC e passou com distinção. Lesley estava emocionada: “É emocionante pensar em quão longe ele chegou e onde está agora. Meu amor e respeito por Taka são enormes”.

Taka acabou sendo contratado no Augusta Burn Center como um cão terapia. Ele trabalha três tardes por semana, apoiando, distraindo e incentivando pacientes queimados. A interação é considerada necessária para uma recuperação rápida.

Artigos relacionados